Matemáticos se destacam em várias áreas no mercado de trabalho

 
Matemáticos se destacam em várias áreas no mercado de trabalho
Os matemáticos se destacam em várias áreas no mercado de trabalho, engana-se quem pensa que a matemática se limita em sala de aula. Pois quem gosta de números e cálculos, às vezes, não cogita cursar matemática por pensar que as opções de carreira é somente a docência e à pesquisa. No entanto, as possibilidades vão além das salas de aula de escolas e universidades. Matemáticos são procurados por empresas de áreas como mercado financeiro, logística, marketing, tratamento de dados, gestão de informação, pesquisa, tecnologia da informação, química, física, ciências computacionais, gerenciamento ambiental, produção e muitas outras.

Onde atuar?
Confira algumas áreas em que o profissional de matemática pode trabalhar
Economia e mercado financeiro: otimiza o gerenciamento de investimentos e faz modelagem de produtos financeiros.
Design de produtos: faz testes e simula a funcionalidade dos produtos, otimizando-os.
Produção: otimiza os processos de produção para evitar desperdícios, gerencia a cadeia de suprimentos e atua na modelagem de sistemas de produção.
Gerenciamento ambiental: cria modelagens com o intuito de auxiliar decisões a respeito de produtos ou processos que causam danos ao meio ambiente.
Biomatemática: atua na recuperação de imagens obtidas por exames como tomografias e ressonâncias e quantifica a leitura de imagens de ultrassonografia.
Ciências computacionais: cria algoritmos para software e também traduz modelos matemáticos para a linguagem computacional.
Valério, é matemático e diretor de Aquisição e Alienação de Participações da Caixa Econômica Federal, assim como outros Bancos têm contratado matemáticos. A formação em matemática dispõe de dois caminhos: licenciatura e bacharelado. O primeiro é para lecionar para alunos de ensinos fundamental e médio. 
 
O segundo é ideal para os que se encantam com as soluções da matemática para problemas concretos da humanidade. Durante o bacharelado, o profissional se aprofunda nos temas da disciplina, estudando equações diferenciais, inteligência artificial e algoritmos. Ambos os caminhos possibilitam tornar-se pesquisador ou professor do ensino superior, caso dê continuidade aos estudos com pós-graduações. Coordenador de graduação em matemática na Universidade de Brasília (UnB), Yuri Dumaresq afirma que, independentemente da área, o profissional deve estar apto às soluções matemáticas. “Isso é o que ele, de fato, fará dentro de uma organização. Ao se deparar com a questão, a pessoa deve encontrar a melhor forma de resolvê-la.” Leia a matéria
 O matemático que atua em várias atividades
 Valdivino Alves de Sousa é um Matemático brasileiro nascido no Estado da (Bahia em 24 de Dezembro de 1973). Fez seus estudos iniciais em sua cidade natal e depois cursou o ensino Médio técnico (antigo 2º grau) no Colégio Washington na Cidade de São Paulo -SP. Desde que iniciou a estudar o que lhe chamava atenção em sua vida, era à área de Exatas, entre idas e vindas, cursou 04 (quatro) faculdades: Ciências Contábeis, Direito, Licenciatura Plena em Pedagogia e Licenciatura Plena em Matemática.
Desde adolescente já identificava com os números tendo um raciocínio lógico surpreendente na resolução de problemas Matemáticos. Com muita satisfação e realização de seu sonho concluiu a graduação em Matemática. Em seguida cursou pós Graduação em Psicopedagogia, e Pós graduação em Educação Matemática Comparada.
O método que criou ajuda no aprendizado de equação de 1º grau, com o uso de objetos ilustrativos, pois mostram para as pessoas que quando falamos 2x ou 3x podem ser duas maçãs, ou duas laranjas e as figuras ilustram o problema matemático de uma forma agradável e desperta o interesse do aluno querer entender e resolver.
O Método XYZ é uma nova metodologia que consiste determinar uma forma de educação Matemática diferente da que existe. Nela ele mostra a importância de uma aprendizagem significativa de conceitos matemáticos voltados para a vida real. Seu método de ensino comprova que o aluno tem  a capacidade de compreender e resolver um problema matemático de várias maneiras.
O método tem grande relevância, pois sua pesquisa foi analisar a compreensão das pessoas que sentem dificuldades de entender uma expressão algébrica. Em sua análise ele identificou que nos problemas matemáticos no lugar de letras como X, Y e Z podem ser substituídos por objetos ilustrativos, já que uma equação do tipo 2x + 4 -2 = 8. O aluno tem dificuldade de entender ao deparar com as formalidades algébricas.
Valdivino Sousa é Professor,  Matemático, Pedagogo, Contador, Bacharel em Direito, Mestrado em Ciências da Educação Matemática e Escritor. Criador do método X Y Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 15  livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados.  Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Equações Diferenciais Parciais, Matemática Computacional e Engenharia Didática, atuando principalmente nos seguintes temas: métodos numéricos, equações diferenciais, modelagem, simulações e  didática no ensino de Matemática.
Além da Matemática atua há mais de 20 anos em Contabilidade e desde 2005 é Contador responsável da Alves Contabilidade.
 
 
Outras atividades: Programador Web, Estrategista de Conteúdo e mídias digitais, Blogueiro Mtb 60.448. Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Comportamento, Educação Matemática e Desenvolvimento da Aprendizagem.
Fonte: Folha Online

 
 

0 comentários:

Postar um comentário